You are currently viewing FEIARTE BUSCA FORTALECER ARTESANATO COMO SETOR ECONÔMICO

FEIARTE BUSCA FORTALECER ARTESANATO COMO SETOR ECONÔMICO

No início de dezembro, a gerente comercial da Feiarte, Gislaine Colaço, esteve com o coordenador geral da subsecretaria de desenvolvimento das micro e pequenas empresas, empreendedorismo e artesanato do Ministério da Economia, Sr. Fábio Silva. A reunião, realizada durante a 30ª Feira Nacional de Artesanato, em Belo Horizonte de 3 a 8 de dezembro, tratou da participação do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) na Feiarte, a ser realizada de 15 a 24 de maio de 2020, na Expo Barigui, em Curitiba.

O PAB permite a consolidação do artesanato brasileiro como setor econômico de forte impacto no desenvolvimento de comunidades e tem a finalidade de coordenar e desenvolver atividades que valorizem os artesãos e, assim, desenvolvam o artesanato. Dados de 2018 mostram que o mercado de artesanato movimenta R$ 50 bilhões por ano e sustenta 10 milhões de pessoas. Seu fortalecimento aconteceu nos últimos 20 anos com o crescimento da economia criativa.

Este post tem 2 comentários

  1. Olá gostei muito do seu artigo, vou acompanhar seu blog seu conteúdo vem me ajudando
    bastante, muito obrigado.

    1. admin

      Obrigada Ricardo

Deixe uma resposta para Ricardo Cristiano Cancelar resposta