FEIARTE BUSCA FORTALECER ARTESANATO COMO SETOR ECONÔMICO

FEIARTE BUSCA FORTALECER ARTESANATO COMO SETOR ECONÔMICO

No início de dezembro, a gerente comercial da Feiarte, Gislaine Colaço, esteve com o coordenador geral da subsecretaria de desenvolvimento das micro e pequenas empresas, empreendedorismo e artesanato do Ministério da Economia, Sr. Fábio Silva. A reunião, realizada durante a 30ª Feira Nacional de Artesanato, em Belo Horizonte de 3 a 8 de dezembro, tratou da participação do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) na Feiarte, a ser realizada de 15 a 24 de maio de 2020, na Expo Barigui, em Curitiba.

O PAB permite a consolidação do artesanato brasileiro como setor econômico de forte impacto no desenvolvimento de comunidades e tem a finalidade de coordenar e desenvolver atividades que valorizem os artesãos e, assim, desenvolvam o artesanato. Dados de 2018 mostram que o mercado de artesanato movimenta R$ 50 bilhões por ano e sustenta 10 milhões de pessoas. Seu fortalecimento aconteceu nos últimos 20 anos com o crescimento da economia criativa.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
TRANSLATE